.
Pousadas, Hotéis e Agências de Viagem do Rio de Janeiro

Floresta da Tijuca
A maior floresta urbana do mundo



O caminho do Alto da Boa Vista permeia um bairro cercado de belos jardins e paisagens naturais, onde se projetam luxuosas mansões e casas de festa, além de vários monumentos ao redor dos quais lindas pracinhas se fazem presente. É nesse cenário que a mencionada estrada permite chegar à maior floresta em área urbana do planeta: a Floresta da Tijuca.

O clima se torna cada vez mais refrescante conforme nos aproximamos da floresta. O agradável passeio pode ser feito de várias maneiras: jipes realizam tours pela manhã, há opção de se aventurar em trilhas, caminhar pela própria floresta, ou até mesmo seguir de carro por todo o caminho. Mas qualquer que seja a escolha, deve haver sempre muita cautela e atenção, tanto pelo motorista como pelo pedestre, visto que se trata de longas subidas e descidas alternando-se entre curvas sinuosas e constantes. 

Um paraíso ecológico, a Floresta da Tijuca se cerca pelo que há de mais bonito dentre a flora e fauna da mata atlântica. Cascatas, grutas, açudes, fontes, trilhas e mirantes conquistam todo tipo de público. 

Piqueniques e churrascos são ótimas sugestões para amigos e familiares que podem aproveitar os espaços reservados para esses fins, em torno dos quais há playgrounds, pracinhas com bancos e mesas de cimento; tudo cercado de muito verde, com o barulho das quedas d’água ao fundo. 

Quem não perde a chance de praticar exercícios físicos unindo saúde à natureza, pode respirar o ar puro numa incansável caminhada/ corrida, num passeio de bicicleta ou praticando montanhismo. 

Conhecer a Floresta da Tijuca representa mais do que educação ambiental. É uma experiência que une bem-estar, saúde e cultura. Construções realizadas na época do Império são símbolos memoráveis: a capela Mayrink, recentemente reformada, e o Museu do Açude são alguns exemplos. 

No que se refere à riqueza ecológica, não há quem não se encante com a Cascatinha Taunay, a 1a atração, localizada logo no início da floresta. Outras quedas d’água também contracenam com as mais diversas plantas ao longo da floresta, em meio a trilhas e animais como quatis, que conquistam o público sempre que surgem sorrateiros em busca de comida. 

Outros pontos de interesse são a Lagoa das Fadas, Bom Retiro e Açude da Solidão, uma espécie de reservatório natural de água, que transmite muita tranqüilidade aos que o visitam, ao exibir peixes que nadam harmoniosamente em cardume.

Além de bosques e cachoeiras, também não se pode deixar de falar nos mirantes, que fascinam os visitantes com vistas privilegiadas como a Pedra da Tijuca, O Bico do Papagaio e Pedra do Conde, dentre muitas outras esplêndidas paisagens e acidentes geográficos.

Ao final do passeio, vale a pena se deliciar em um dos três restaurantes da floresta e, claro, não deixar de passar na lojinha próxima à entrada para levar alguma das lindas lembranças artesanais que são vendidas.



 


Fotos por:
Diogo Albrecht
(redacao@viagem10.com.br)


Atenção: 
Proibida a reprodução integral ou parcial de textos e imagens, para uso comercial, editorial ou republicação na internet, sem autorização mesmo 
que citada a fonte.
.


Pontos Turísticos:
.


Você já esteve na Floresta? Comente!


Publicidade:

 

.

eXTReMe Tracker